Mês da Bíblia chega à 50ª edição em 2021

Foto: Joel Muniz - Unsplash

“Pois todos vós sois um só em Cristo Jesus”: este é o lema do Mês da Bíblia de 2021, que propõe o aprofundamento da Carta de São Paulo aos Gálatas.

Em setembro deste ano, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) celebra um marco. Afinal, esta é a 50ª edição do Mês da Bíblia no Brasil. 

De acordo com a CNBB, as atividades realizadas em setembro têm a finalidade de fortalecer a ação evangelizadora da Igreja, a partir do desenvolvimento de diversas formas de presença da Bíblia e subsídios bíblicos. Também visam facilitar o diálogo criativo e transformador entre a Palavra, a pessoa e as comunidades. 

Para se aprofundar

Para saber mais sobre essa trajetória, confira a resenha escrita pelo professor Pe. Eliseu Wisniewski, sobre o livro “50 anos: 1971-2021 - Mês da Bíblia: memórias, desafios e perspectivas”, publicado pela Editora Paulinas. A obra é organizada por Edinaldo Medina Batista e Zuleica Aparecida Silvano.

"O Mês da Bíblia teve uma longa trajetória, de movimentação e entusiasmo, dificuldades e crises, mas sempre reanimado e incentivado, e agora caminha como uma atividade consolidada, que tem sua função na formação bíblica permanente dos cristãos e cristãs da Igreja Católica, no Brasil. Ao contemplar essa história, somos também convidados e convidadas a continuar anunciando a Palavra de Deus Encarnada, Jesus Cristo, e a testemunhar o seu Reino", escreve o vicentino Pe. Eliseu Wisniewski. 

>>> Acesse aqui a resenha completa.