Vestibular 2020 horizontal Home Site 1

Encerramento do Simpósio 2020 tem homenagem aos profissionais da saúde e falas de alunos e professores

O último dia do XLI Simpósio de Filosofia e o VII Simpósio de Teologia da Faculdade Vicentina, 30 de outubro, contou com uma programação repleta de momentos especiais. Antes de dar início às atividades acadêmicas, os participantes puderam acompanhar a transmissão ao vivo de uma apresentação do músico Haber de Castro, diretamente da Igreja Bom Jesus, no bairro Cabral, em Curitiba (PR).

Na primeira parte da manhã, o aluno Jordhan Gularte Francisco, do 3º ano da graduação em Filosofia, conduziu uma mesa de comunicações com apresentações de artigos científicos feitos por alunos da graduação da FAVI. 

O discente: Lucas Cardoso apresentou o estudo “A Filosofia como doutrina de salvação a partir de Luc Ferry”. Marllon Matheus Setim falou sobre “O tomismo fenomenológico em Edith Stein”. José Guilherme Monteiro da Silva expôs o artigo “Torna-te aquilo que és: Ubermensch”. Celso Luiz Dias do Nascimento abordou “A bioética enquanto cuidado do ser, a partir da perspectiva de Hans Jonas”. A exposição de Rafael Cordeiro Goulart foi sobre a pesquisa “A liberdade em ‘O mundo como vontade e representação’ de Arthur Schopenhauer”. Por fim, Icson Rodrigo Gentek falou a respeito da “Trindade em Santo Agostinho”

Print 34Homenagem surpresa

Na volta do intervalo, todos os presentes na sala virtual do evento puderam acompanhar uma surpresa preparada pela comissão organizadora para os profissionais da saúde que têm se dedicado ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. Representantes de diversos hospitais de Curitiba e de outras cidades brasileiras foram convidados a assistir esse momento. 

O aluno Celso Luiz compartilhou com os demais seu depoimento como paciente recuperado do coronavírus, agradecendo pelo atendimento recebido. E um grupo de seminaristas carlistas gravou uma versão da música Speranza, de Laura Pausini, e a dedicou aos homenageados.

“Obrigado por nos ajudarem a vermos as estrelas, a olhar para o futuro com esperança, apesar dos dissabores que hoje vivemos. Acredito que palavras não são suficientes para dizer o quanto nos sentimos bem com a disponibilidade de vocês. Muito obrigado. Vida é ação, portanto não percamos a esperança e com o ímpeto de vida que existe em nós, caminhemos firmes em busca da felicidade”, disse o aluno Mateus Costa, do 3º ano de Filosofia e conselheiro do Diretório Acadêmico Kairós. 

Mesa redonda

Em seguida, o professor Dr. Edimar Brígido mediou a mesa-redonda intitulada “Quem somos nós hoje? O humano, o divino e a sociedade secularizada”. Participaram do debate mais cinco integrantes do corpo docente da FAVI: Ms. Fátima Szinwelski de Oliveira, Dr. Bortolo Valle, Dr. Vitor Hugo Lourenço, Dr. Joaquim Andrade e Dr. Léo Peruzzo. Cada um deles abordou o tema a partir de suas experiências acadêmicas, profissionais e de vida.

Em seu discurso de encerramento, Icson Gentek, presidente do Diretório Acadêmico, demonstrou gratidão aos envolvidos no Simpósio deste ano. “Manifesto meus mais sinceros agradecimentos a todos os nossos conferencistas e arguidores que prontamente se fizeram presentes em nosso evento. Vocês abrilhantaram nosso simpósio com sua sabedoria e riquíssimos apontamentos, contribuindo para que pudéssemos refletir acerca do tema deste ano: ‘Fé e saber: o humano e o divino na sociedade secularizada’”, destacou.

O evento contou com o patrocínio da Livraria Vozes, Livraria Paulinas e Livraria Paulus.

Print 38