Vestibular 2020 horizontal Home Site 1

Distantes fisicamente, porém conectados pelos corações, aprendizados e tecnologias

Completamos um pouco mais de dois meses desde a suspensão das aulas presenciais na Faculdade Vicentina, seguindo as orientações das autoridades para prevenção e enfrentamento do coronavírus. Quando tudo isso começou, certamente não esperávamos que esse tempo de recolhimento precisaria ser tão longo. Ou que seria tão difícil prever uma data final.

Neste novo tempo, diferente de tudo que já vivemos, a necessidade de distanciamento social nos privou de algo muito valioso: a proximidade da convivência, que acreditamos ser um valor agregador para os estudos e reflexões. Por outro lado, esse contexto anteriormente inimaginável nos trouxe também um convite para a renovação e ampliação de horizontes. Para a experimentação de novos métodos e o desenvolvimento de outras habilidades de contato e ensino. Para um aprofundamento da empatia e da escuta sobre as realidades de nossos alunos, professores e funcionários. 

Tendo o carisma vicentino em sua essência e a formação do clero como parte primordial de seu propósito, a Faculdade Vicentina buscou responder com agilidade à necessidade de preparação de um ambiente virtual adequado, com o uso de plataformas que permitissem a interação e a preservação da qualidade característica de nossa instituição. 

Durante o período de distanciamento social, o espírito colaborativo tornou-se ainda mais importante e fundamental para mantermos nossa missão. Mesmo distantes fisicamente, seguimos em diálogo, conectados pelos diversos meios tecnológicos, pelas amizades e pela sede de aprendizado. Também nos mantemos unidos para poder responder às dificuldades e incertezas. E para ajudar uns aos outros nas adaptações e situações mais desafiadoras.

Nesse aspecto, tenho muito a agradecer a todos que estão se empenhando para que a FAVI continue oferecendo cursos e discussões de qualidade, agora mediadas pelas plataformas virtuais. A todos que continuam acreditando no poder transformador da educação. 

Aos professores e colaboradores, sou imensamente grato pela dedicação e por ver o esforço de cada um, ao buscar se colocar à disposição para encontrar soluções para este novo tempo. Aos alunos e formadores, sou grato pela compreensão, pela atenção dedicada mesmo que à distância, pelas sugestões e pelo comprometimento em dar continuidade à formação. A todos, sou grato pela abertura para acolher as novas tecnologias e as novas maneiras de atuação durante a pandemia. 

Ao final deste mês de maio, que a Igreja celebra como o Mês de Maria, peço a intercessão de Nossa Senhora pela saúde de todos, especialmente dos mais necessitados e daqueles que não podem ficar em casa porque estão desempenhando serviços essenciais para a sociedade. Que possamos seguir juntos nesta caminhada de descobertas e aprendizados, sem perder o olhar solidário e esperançoso pelos dias que estão por vir. 

Cordialmente,

Pe. Ilson Luís Hübner
Diretor geral