Banner vestibular 02 banner

Estão abertas as inscrições para o Vestibular de Verão da FAVI. O processo seletivo 2019 disponibiliza vagas para dois cursos de graduação: bacharelado em Filosofia e bacharelado em Teologia, ambos com aulas no período matutino e conceito 4 obtido no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

A avaliação acontecerá no dia 10 de dezembro de 2018, das 8h30 às 11h30, na sede da FAVI (Av. Jaime Reis, 531A), em Curitiba (PR). Além da redação, serão avaliados conhecimentos gerais de língua portuguesa, filosofia e história. No Manual do Candidato, constam as informações necessárias para a realização da prova e os conteúdos que serão avaliados.

>>> MANUAL DO CANDIDATO 2019 (PDF) 

Há mais de 50 anos, a educação vicentina forma cidadãos comprometidos com o desenvolvimento ético, social, cultural e político da sociedade, por meio do ensino superior de qualidade. Você pode fazer parte desta história, acompanhado pelo excelente time de professores da FAVI, todos mestres ou doutores.

Como se inscrever
Para participar do processo seletivo, é preciso preencher o formulário de inscrição do curso escolhido, pelo próprio site da Faculdade Vicentina. A taxa de inscrição é de R$85.

>>> FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - FILOSOFIA

>>> FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - TEOLOGIA

O prazo de inscrição termina às 23h do dia 4 de dezembro de 2018. Em caso de dúvida, entre em contato com a Secretaria, pelo telefone (41) 3222-7716.

Na última segunda-feira, 5 de novembro de 2018, os alunos do primeiro ano de Filosofia da Faculdade Vicentina receberam a visita de Nivaldo Santos Arruda, mais conhecido como Paulo Borges. O convidado possui especialização em História e Cultura Africana e Afro-brasileira, e Educação para Ações Afirmativas no Brasil. É graduado em Filosofia, membro da Comissão Executiva do Fórum de Educação e Diversidade Étnico-racial do Paraná (FPEDER) e fundador da Associação Cultural de Negritude e Ação Popular dos Agentes de Pastorais Negros (ACNAP).

Aula cultura africana 2Convidado pelo professor de Sociologia, André Langer, Paulo Borges conversou e expôs aos alunos vídeos com a temática da cultura africana e do movimento negro, apresentando a origem do movimento no Paraná, a relação da negritude com a religião – como elemento de religação do negro na sociedade – e o samba, música que consegue unir brancos e negros, e ainda sua história no Paraná.

No momento em que aberta a discussão, os discentes conversaram com o convidado sobre o sistema de cotas e sua relevância para tentar igualar as oportunidades, o preconceito que existe (às vezes, de forma velada) e a importância da conscientização sobre o movimento negro, sua luta para promover inclusão e sua cultura. Ao final, os discentes tiraram fotos com Paulo Borges.

O aluno Mateus Henrique Costa Silva escreveu um poema inspirado pela luta do movimento negro. Sou poema tem como base a exaltação do seu ser negro e de sua vivência como tal.


Sou negro

Sou chamado a escrever
Sobre os que antes de mim vieram.
Povo que usa dendê
E que se hoje sambam, foram eles que trouxeram.

Há quem não sente,
Nossa luta sem maldade
O povo negro entende
Que é preciso igualdade

Sou negro, filho de santo.
Mateus de Jesus ou de Oxalá?
Já falaram de Ogum,
Mas eu prefiro de Oyá
Minha cor lembra a luta,
De um povo que hoje é feliz.
Povo que sofreu no engenho
De gente que só ódio diz.

Quero deixar claro
Sou feliz e canto.
Minha cor é negra,
Serei resistência
Para não ouvir mais pranto.

Axé para quem é de axé.
Amém para quem é de amém.
Eu sigo um Deus que também é do negro
E nasceu marginalizado em Belém.

Já está disponível, no site da Faculdade Vicentina, a 22ª edição da Tabulae - Revista de Philosophia, publicação semestral da instituição.

Além do texto de editorial, esta edição apresenta seis artigos, sobre temas filosóficos diversos, tais como: cotidiano, inteligência, tempo, direito e política, ideal do belo artístico, educação política e cidadania.

>>> Acesse a edição nº 22.

“O conhecimento jamais deixará de ser importante. Queiramos nós ou não ele sempre foi, é e sempre será sinônimo de liberdade. Quanto mais conhecimento, mais liberdade; quanto mais liberdade, mais democracia”, ressalta o professor Ms. Eli Carlos Dal ́Pupo, no editorial desta edição.

Clique aqui para ver as publicações anteriores da Revista Tabulae.

Chamada de artigos

O período de submissão de trabalhos para a 23ª edição da Tabulae já está aberto. São aceitos artigos de todas as área da filosofia.

Os interessados devem formatar seus artigos de acordo com as orientações do arquivo abaixo e enviá-los para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

>>> Normas (pdf)

O último dia do XXXIX Simpósio de Filosofia e do V Simpósio de Teologia da FAVI (26 de outubro) começou com uma apresentação da cantora Cláudia de Lima Andrade, que também é apresentadora da TV Evangelizar, e do musicista Douglas Martins.

Na sequência, nove alunos apresentaram seus trabalhos, com temas diversos, na área da filosofia. “Este é um momento muito importante, porque aqui na Faculdade Vicentina nós formamos pesquisadores”, afirmou o professor Edimar Brígido, coordenador científico do evento. “Que possamos nos sentir provocados a revisitar nossos conceitos”, desejou no início das apresentações.

Após o intervalo, Dr. Bortolo Valle – professor da FAVI, da PUCPR e da UNICURITIBA – conduziu a conferência de encerramento, intitulada “A misericórdia em tempos de pós-verdade”.

Além de resgatar a trajetória histórica dos conceitos de pós-modernidade, pós-humano e pós-verdade, o professor compartilhou com a plateia algumas questões instigantes, tais como: “É possível falar de verdade fora de uma narração?”; “Onde estamos?; “Como sair do lugar onde estamos?”. Também apresentou quatro características principais das narrativas contemporâneas, que são rápidas, icônicas, vistas como mercadorias e, muitas vezes, delirantes (isto é, a mesma informação pode causar conforto ou desconforto de acordo com a necessidade de quem a recebe, conforme o que esta pessoa busca).

“Nunca a sociedade esteve tão apegada a narrativas do passado ou narrativas sobre um futuro desprovido de sentido”, refletiu o palestrante. Para ele, as respostas para os desafios do presente passam pelas dimensões do cuidado e da empatia, pelos compromissos que cada um tem consigo mesmo e com o outro. “O cuidado é o grande apelo social, filosófico, religioso e político destes tempos de pós-verdade”, disse Bortolo.

Ao final da conferência, professor Edimar também instigou os presentes a se questionarem: “Que mundo é este que ajudamos a construir, a partir das narrativas que reproduzimos?”. E encerrou sua fala apresentando o quadro “A verdade saindo do poço”, de Jean-Leon Gérôme, pintado em 1896, inspirado em uma fábula sobre a verdade (que se apresentaria nua e crua, nem sempre aceita) e a mentira (que, usando as vestes da verdade, circularia mais facilmente pela sociedade).

No discurso de encerramento do evento, o aluno Felipe Teider de Godoi, presidente do Centro Acadêmico Vicentino de Filosofia (CAVIF), fez um agradecimento aos participantes do Simpósio e todos aqueles que colaboraram para sua viabilização, em especial aos professores da FAVI, à Arquidiocese de Curitiba, à Editora Ave-Maria e à Rede Evangelizar de Comunicação.

Clique aqui para ver o álbum de fotos completo do evento, na página da FAVI no Facebook.

Fotos: Geovanni C. De Luca

Foto: Freepik

A comunidade acadêmica da Faculdade Vicentina já está se preparando para a última Semana de Provas de 2018. As avaliações do 4º bimestre acontecem de 14 a 27 de novembro. Mais uma uma etapa importante do aprendizado, para encerrar este ano de formação.

Abaixo, está disponível o calendário com as datas dos testes da graduação em Filosofia (1º, 2º e 3º anos) e do curso Propedêutico.

A FAVI deseja bons estudos e boas provas a todos!

Calendario4bim1

Calendario4bim2

A comunidade acadêmica da Faculdade Vicentina celebra o conceito 4 obtido por seu curso de graduação em Filosofia no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) referente ao ano de 2017. A nota – muito próxima da pontuação máxima (5) – foi publicada no Diário Oficial da União do dia 9 de outubro, a partir da Portaria nº 901/2018, e vale pelos próximos três anos.

Conforme consta no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC), o Enade “avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação, em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação. O exame é obrigatório e a situação de regularidade do estudante no Exame deve constar em seu histórico escolar. A primeira aplicação do Enade ocorreu em 2004 e a periodicidade máxima da avaliação é trienal para cada área do conhecimento”.

Esta prova, realizada pelos estudantes de todo o país, ajuda a avaliar a qualidade dos cursos e instituições de ensino. Por isso, a FAVI agradece a todos os alunos e professores pelo comprometimento com a educação e a formação de qualidade, que reflete-se na conquista deste conceito.

Foto: Geovanni C. De Luca

“Linguagem e modernidade líquida: um problema antropológico?”: esta foi a questão que norteou a conferência desta manhã (25 de outubro) no auditório da Faculdade Vicentina, dando continuidade à programação do XXXIX Simpósio de Filosofia e do V Simpósio de Teologia.

A palestra foi ministrada pelo Dr. Léo Peruzzo Júnior – professor da FAVI, da PUCPR e da UNIFAE – que no mês de agosto ministrou conferências também em Portugal e na Espanha. Sua fala foi complementada pelas reflexões do professor Ms. Inácio Mallmann (FAVI e Uniandrade), que desempenhou o papel de arguidor.

Após o intervalo, o Simpósio foi marcado pelo lançamento de dois livros, de integrantes do corpo docente da FAVI. Professor Luiz Balsan, coordenador do curso de Filosofia e da pós-graduação, falou sobre a obra Teologia Pastoral, publicada pela Editora Intersaberes.

E o professor Léo voltou ao palco para explanar sobre o livro O que pensam os filósofos contemporâneos? - Um diálogo com Singer, Dennett, Searle, Putnam e Bauman – impresso pela PUCPRESS. Pela mesma editora, o docente já havia lançado a obra intitulada Ética na Pesquisa Científica, em junho deste ano.

O momento cultural desta quinta-feira ficou a cargo dos alunos da FAVI: Douglas Silveira, Patrick Vaz, Alisson Medeiros, Juliano Sampaio e Fernando Korzenieveski.

Fotos: Geovanni C. De Luca

 

Mais Artigos...