Para quem quer aprofundar os conhecimentos na área da Teologia, a Faculdade Vicentina apresenta uma lista com recomendações de leitura, com a curadoria do Pe. Eliseu Wisniewski – mestre em Teologia, integrante da Congregação da Missão Província do Sul e do corpo docente da graduação em Teologia da FAVI.

Clique no nome do livro para acessar uma resenha sobre a obra:

 

 

Leia também o artigo “Carlo Acutis: O Ciberapóstolo da Eucaristia”, sobre a beatificação realizada na Basílica Papal de São Francisco, na cidade de Assis, Itália.

Foto: Alfons Morales - Unsplash

“Da crise da Ciência à crise da razão: por que vivemos tempos sombrios?”

Este é o título do artigo publicado no portal do Le Monde Diplomatique Brasil, e escrito pelo professor Léo Peruzzo Júnior, do corpo docente da graduação em Filosofia da FAVI.

Traçando paralelos entre os pensamentos de diversos autores, o texto traz questionamentos e reflexões a respeito da atividade científica e da racionalidade.

>>> Clique aqui para acessar o artigo na íntegra.

Le Monde Diplomatique é uma publicação jornalística fundada na França, em 1954. Reconhecida mundialmente, atualmente tem conteúdos em 25 idiomas e tiragem de 2,4 milhões de exemplares.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Campanha da Fraternidade foi o assunto da primeira atividade do período letivo aberta à comunidade, realizado pela Faculdade Vicentina. A primeira edição do evento Diálogos Interdisciplinares aconteceu na manhã do dia 12 de março de 2021, desta vez na modalidade virtual.

A partir de apresentações sob diferentes vieses e perguntas de alunos e professores participantes, os convidados puderam aprofundar a reflexão sobre “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor”, tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021. E também sobre o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade”.

Importância do diálogo

“O tema foi uma provocação a uma realidade que não pode mais ser suportada: o fechamento”, afirmou Dom Amilton Manoel da Silva, bispo da Diocese de Guarapuava. Em sua fala, ele abordou as polêmicas geradas em torno da campanha, o real significado do ecumenismo e o respeito às diferenças, que não impedem que todos juntos possam construir um mundo melhor, mais fraterno e misericordioso. “O diálogo é algo urgente em uma sociedade tão individualista. (...) O espírito que divide não é o espírito de Deus”, destacou. 

Em seguida, a leiga Andreia Cristina Serrato, mestre e doutora em Teologia e professora da PUCPR, propôs um olhar feminino sobre a espiritualidade ecumênica, a partir de trechos do texto-base da CFE 2021 e de duas narrativas evangélicas sobre importantes encontros de Jesus com mulheres, como exemplos de abertura ao diálogo e à fraternidade. 

Por fim, o Padre Joachim Andrade, mestre em Antropologia Social, doutor em Ciência da Religião e professor da FAVI, falou sobre caminhos para o diálogo interdisciplinar e paralelos com a realidade atual, incluindo os desafios trazidos pela pandemia da Covid-19.

Ao final do evento, o Pe. Joélcio Saibot, diretor de ensino da Faculdade Vicentina, agradeceu a presença de todos. E lembrou que a Campanha da Fraternidade, para além da dimensão individual, é também uma oportunidade de viver a Quaresma em sua dimensão social. 

Assista aqui

A conversa na íntegra está disponível no canal da FAVI no Youtube. Confira:

Ciente da relevância da temática para a sociedade atual, a Faculdade Vicentina informa que abrirá vagas para uma segunda turma da pós-graduação em Ética e Direitos Humanos, no primeiro semestre de 2021. 

O curso será ofertado na modalidade de ensino à distância (EAD), com uma carga horária de 360h, distribuídas em 12 meses. Graduados em qualquer área do saber podem se inscrever para a especialização.

O coordenador da pós é o professor Dr. Edimar Brígido. E a certificação EAD é feita pela Faculdade IMESMERCOSUR.

>>> Saiba mais sobre a matriz curricular e demais informações do curso.

IMG 20201218 WA0000

 

>>> Faça sua inscrição aqui!

Estão abertas as inscrições para a terceira turma da pós-graduação em Gestão de Instituições Sociais e Obras Religiosas da Faculdade Vicentina. Desta vez, desde o início, a modalidade oficial do curso será de aulas remotas. 

Levando em consideração as transformações no mercado e na sociedade, bem como os comentários dos alunos das turmas anteriores, a versão 2021 do curso traz novidades no cronograma. Os participantes poderão concluir os estudos em menos tempo (13 meses), com aulas quinzenais. E a grade de disciplinas também teve atualizações, com acréscimo de carga horária para algumas temáticas. 

A pós-graduação Lato Sensu em Gestão da FAVI apresenta uma formação especializada para aqueles que estão envolvidos com a tarefa de administrar, assessorar, planejar e conduzir atividades em instituições com um cunho social ou religioso, como igrejas, dioceses e arquidioceses, sociedades religiosas, hospitais, colégios, instituições de ensino superior, institutos de caridade e assistência social e outras obras semelhantes.

Graduados em qualquer área do saber podem se inscrever para a especialização. 

>>> Saiba mais sobre o curso

Pe. Domenico Aula Magna 2021Uma celebração eucarística realizada na Paróquia São Vicente, em Curitiba, na manhã do dia 5 de fevereiro, marcou a abertura oficial do ano letivo de 2021 na Faculdade Vicentina. 

A missa foi presidida pelo Pe. Ilson Hübner, diretor geral da FAVI, e concelebrada por representantes de casas de formação, que na ocasião apresentaram os estudantes encaminhados para os cursos de Propedêutico, Filosofia e Teologia. 

Além de acolher todos os estudantes, seminaristas e leigos, o momento de ação de graças também tinha como intenção homenagear o Pe. Domenico Costella, professor que está se despedindo do corpo docente da FAVI. 

Após a missa, o professor Dr. Luiz Balsan, coordenador do curso de Filosofia, expôs uma breve biografia do Pe. Domenico, chamando a atenção para a importância de sua trajetória na docência, tanto para a cidade de Curitiba quanto no estado do Paraná. 

Em seguida, o professor homenageado conduziu a Aula Magna de 2021, desenvolvendo o tema: “Por que a polarização é prejudicial à democracia?''.

As atividades desta manhã especial foram transmitidas pelo nosso canal do Youtube. Confira a gravação: 

Vestibular Agendado

Quem tem interesse em começar a estudar nas graduações de Filosofia ou Teologia neste ano, ainda pode fazer inscrição para o Vestibular Agendado da FAVI. Para isso, entre em contato com a Secretaria pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone (41) 3222-7716.

Neste início de ano letivo, toda a comunidade acadêmica da Faculdade Vicentina presta uma homenagem ao Pe. Domenico Costella. O motivo é a gratidão por sua trajetória de docência nas áreas da Filosofia e Teologia. Em especial, pela oportunidade que tantos estudantes e professores tiveram de partilhar semestres letivos com sua presença e seus conhecimentos.

Pe. Domenico nasceu no dia 6 de fevereiro de 1941, em Borgotaro, na Província de Parma, na Itália. Foi ordenado padre em 1964, pela Congregação dos Missionários Xaverianos. 

É mestre em Filosofia Contemporânea (Roma, 1966) e doutor em Filosofia da Religião (Roma, 1973). Começou a se dedicar à docência no ano de 1978. E integrou o corpo docente de nossa instituição de 2007 a 2020. 

Na FAVI, ministrou aulas de Ética e Grego, no Bacharelado em Teologia. E conduziu as disciplinas de Ética Filosófica e Filosofia do Brasil e da América Latina, no Bacharelado em Filosofia

Entrevista com Pe. Domenico Costella

A seguir, confira a entrevista que fizemos com o Pe. Domenico Costella sobre esse caminho percorrido:

 

Como o senhor observa a história que a instituição traçou no tempo que fez parte do corpo docente, desde a época de Instituto Vicentino de Filosofia até tornar-se Faculdade Vicentina? 

Pe. Domenico: A história do Instituto Vicentino de Filosofia até se tornar Faculdade, com o decreto do MEC, é muito interessante. Lembro quando da PUC ia até Santa Felicidade e depois passando pelos campos (lembrando Holzwege de Heidegger: os caminhos do campo) chegava ao Instituto (não podemos esquecer a figura de Pe. Vicente Keller). Tenho ótimas lembranças; Também não posso esquecer o prof. Cleverson Leite Bastos, recém falecido, que contribuiu para o fortalecimento do Instituto, em seu começo.

Sobretudo pela coragem do Pe. André Marmilicz e do coordenador prof. Luiz Balsan, obtivemos o decreto de transformação do Instituto em Faculdade. Eu vi os esforços da diretoria da FAVI em ampliar a Biblioteca, adquirir revistas (o que faz uma Faculdade são os professores e a biblioteca). Além dos seminários anuais com temas pertinentes aos diferentes campos da filosofia e os desafios da sociedade contemporânea.

Qual a sua visão sobre a contribuição da FAVI na formação filosófica e teológica em Curitiba e no Paraná?

Pe. Domenico: A contribuição da FAVI para a formação dos seminaristas, leigos, Irmãs, é de inestimável valor. Cito o Estatuto da Faculdade Vicentina: “Inspirada em São Vicente, seu Patrono, a Faculdade Vicentina busca a promoção integral do ser humano, através de uma educação de qualidade, realizada por profissionais competentes, aberta a toda comunidade, em vista de formar cidadãos comprometidos com o desenvolvimento ético, social, cultural e político da sociedade e com o cuidado do planeta”.

Há muito tempo insisto nessa tecla: devemos formar leigos(as) com boa formação, mantendo sua autonomia – como prega o Vat: II - “em diálogo com os sacerdotes, e não coroinhas do padre”. “Os sagrados Pastores, porém, reconheçam e promovam a dignidade e a responsabilidade dos leigos na Igreja (…) E deixem-lhes liberdade e raios de ação” (LG, n. 37).

 

>>> Aula Magna 2021 com Pe. Domenico

Mais Artigos...