A diretoria da Faculdade Vicentina informa que a portaria principal – localizada na Av. Jaime Reis, 531A – será reaberta nesta terça-feira (10 de abril). Por questões de segurança, esta entrada ficou fechada durante o período de reforma da passarela entre os dois prédios da FAVI.

A obra teve início no final de 2017. E faz parte de um projeto de melhorias da infraestrutura da instituição, para proporcionar um ambiente cada vez melhor para a comunidade acadêmica.

Ficam os agradecimentos a todos os alunos, professores e demais colaboradores, pela compreensão.

A Páscoa é uma das festividades mais importantes para o cristianismo, pois nos remete à crucificação e à ressurreição de Jesus Cristo. Esse é um momento que nos convida a refletir sobre a vitória da vida sobre a morte, a vitória do amor sobre o ódio. E também sobre o nosso papel na construção de uma sociedade mais justa e fraterna.

Que este período seja repleto de renovação, de amor ao próximo e de reflexão sobre nossos pensamentos e ações. Que possamos fortalecer nossa missão e aprender cada vez mais, uns com os outros e inspirados na Palavra de Deus.  

Que seja também uma oportunidade de libertação do sofrimento e de confiança no amor. Tanto no amor que Deus tem por nós, quanto no amor que somos capazes de dedicar àqueles que estão ao nosso redor e, principalmente, àqueles que mais precisam. Estejam eles em nossas comunidades ou nos locais que estão passando por graves conflitos e aparecem nos noticiários.

Que a alegria de Jesus Cristo ressuscitado possa confortar todos os corações, de quem está perto de nós e, também, de quem está distante, precisando de esperança para enfrentar as dificuldades.

Em virtude da Semana Santa, a Faculdade Vicentina estará em recesso acadêmico e administrativo de 26 de março até 2 de abril. Retornamos no dia 3 de abril. Quem precisar falar conosco neste período, pode enviar sua mensagem para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A Faculdade Vicentina deseja uma Semana Santa abençoada a todas as famílias!

Pe. Ilson Luís Hübner
Diretor geral

Com a presença de professores, alunos e convidados, o auditório da Faculdade Vicentina sediou nesta sexta-feira (16 de março), o primeiro Café Filosófico de 2018, com o lançamento do livro Wittgenstein: a ética e a constituição do gênio, de Bortolo Valle e Edimar Brígido. Doutores em filosofia e integrantes do corpo docente da FAVI, os autores escolheram a instituição para a primeira apresentação pública da obra e ressaltaram que os alunos são a razão dela existir.

“Que bom estarmos reunidos para este momento de valorização do pensar. Que este livro possa lançar, para nós, novos questionamentos, provocações e conhecimento”, disse o reitor Pe. Ilson Luís Hübner, na abertura do evento.

Em sua fala, Bortolo destacou o histórico que precedeu este momento tão importante, recordando os tempos em que Edimar foi seu aluno na graduação e seu orientando de mestrado e doutorado (no qual foi desenvolvida a pesquisa que originou este livro). E como surgiu o interesse pelos estudos do filósofo austríaco Ludwig Joseph Johann Wittgenstein, considerado um dos principais pensadores do século XX – e também um dos mais herméticos. “Este livro possibilita o acesso a uma parte da obra de Wittgenstein, para que mesmo alguém que não conheça o autor possa compreender e se encantar. É uma obra de esclarecimento, sem ser superficial. Densa, profunda, mas que pode ser lida e compreendida”, afirmou o professor.

Edimar também ressaltou a importância das conversas, dos debates, das leituras compartilhadas e da amizade construída com seu orientador, e hoje colega de profissão, ao longo desta trajetória. “A ética hoje é um assunto urgente, um dos mais necessários de se discutir na atualidade. Porque não basta para a filosofia discutir temas desconectados com a realidade social. (...) Este livro não fala de uma teoria sobre a ética. Preocupa-se com a vida ética. Foi escrito para o homem do século XXI. E abre muitas possibilidades para discussão. Wittgenstein sugere um caminho, mas quem vai seguir ou não é o sujeito”, completou.

Edimar explicou, ainda, que a genialidade não é um atributo dado a nós pela natureza, pois isso seria injusto. Ela é construída, faz parte de um processo. “O gênio não nasce pronto, ele ‘torna-se’. Gênio nada mais é do que o homem que tomou consciência de si mesmo, que entendeu que a vida vai além de si e conseguiu tornar o mundo ao seu redor melhor”.  

João Victor Ponciano e Douglas da Silva, alunos do 3º ano do curso de Filosofia, completaram a mesa de discussão e, após a apresentação dos autores, fizeram suas considerações e perguntas. Os dois estiveram presentes na defesa de doutorado do professor Edimar e chamaram a atenção para o ineditismo da abordagem do livro – que não se limita à análise das publicações de Wittgenstein. O texto também resgata memórias daqueles que conviveram com ele e fatos que demonstram a face não escrita de sua obra. E tece relações e reflexões que demonstram as influências que sofreu, a partir de outros pensadores.

Os professores Bortolo Valle e Edimar Brígido, doutores em filosofia que integram o corpo docente da Faculdade Vicentina, convidam toda a comunidade acadêmica e os interessados em reflexões sobre moral e ética para o primeiro Café Filosófico de 2018, com o lançamento do livro Wittgenstein: a ética e a constituição do gênio. A atividade é aberta ao público e acontecerá no dia 16 de março, a partir de 9h30, no auditório da FAVI.

Elisabeth Anscombe, no texto Modern Moral Philosophy (1958), aponta para uma atitude tipicamente wittgensteiniana que corresponde a uma crítica e, ao mesmo tempo, uma rejeição às formas tradicionais de pensar a ética. A consequência mais radical desse procedimento pode ser percebida na exigência de “tornar-se um ser humano melhor”, realizando uma atividade sobre si mesmo, com a finalidade de se autoconstituir enquanto sujeito ético. Esse é o tema central da obra escrita pelos professores Bortolo e Edimar, que estarão disponíveis para conversar durante o lançamento.

O livro foi publicado pela Editora CRV, de Curitiba (PR).

 

Livro

Aconteceu, nesta quarta-feira (21 de março de 2018), o tradicional passeio de confraternização promovido pelo Centro Acadêmico Vicentino de Filosofia (CAVIF). O dia de convivência organizado pelos alunos, neste ano, foi realizado na Estância Hidromineral de Ouro Fino – área de preservação ambiental com cerca de 600 mil metros quadrados, localizada em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba.  

“Com a participação da direção da faculdade, de professores, dos discentes do curso de Teologia e do Propedêutico, o dia se apresentou como excelente oportunidade de integração e delicioso contato com a natureza. A chuva e a temperatura relativamente baixa não impediram aos mais corajosos de arriscar um banho nas águas quase geladas da piscina. Os passeios pelas trilhas, uma conversa agradável e descontraída, um jogo de truco ou de dominó acompanharam foram ótimas opções para todos”, conta o professor Luiz Balsan, coordenador do curso de Filosofia da FAVI.

Além da excelência acadêmica, a Faculdade Vicentina preza pela promoção integral do ser humano, pela valorização das relações e pela alegria no desenvolvimento de sua missão. Por isso, o passeio foi um momento de união e de fortalecimento destes aspectos.

Fotos: Geovanni C. De Luca

As salas de aula da Faculdade Vicentina foram tomadas pelo clima de descoberta e pela expectativa de muito aprendizado que as novas turmas de pós-graduação trouxeram consigo, nos dias 9 e 10 de março – primeiro final de semana de aulas dos cursos de Aconselhamento e Orientação Espiritual e de Bíblia 1, com ênfase em Jesus Cristo.

As turmas receberam as boas-vindas do professor Luiz Balsan, coordenador da pós-graduação e do curso de Filosofia da FAVI. Para muitos alunos, tratava-se de um reencontro com a instituição que já haviam conhecido na graduação ou em outros cursos de especialização.

Professor Matthias Grenzer recomenda cursos da FAVI

O professor Matthias Grenzer, considerado um dos principais biblistas em atuação no Brasil, deixou uma mensagem para as pessoas que desejam se aprofundar no estudo teológico e saber mais sobre modelos de fé, comportamento e convivência. Ele é doutor em teologia bíblica, coordenador dos programas de pós-graduação stricto sensu da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e colaborador dos cursos de pós-graduação da Faculdade Vicentina, em Curitiba (PR).

Na última sexta-feira (9 de março), iniciou o primeiro módulo do curso em Aconselhamento e Orientação Espiritual, com uma sala cheia e animada.

Confira o vídeo com o recado do professor Matthias:

Inscrições

As últimas vagas destas opções de pós-graduação (Aconselhamento e Bíblia 1) ainda podem ser preenchidas. Os interessados podem se inscrever até o dia 13 de abril, quando começa o segundo módulo dos cursos. Para mais informações, entre em contato pelo telefone: (41) 3222-7716.

 

“Alegria para mim é servir”, afirmou Dr. Pe. André Marmilicz, professor e ex-reitor da Faculdade Vicentina e pároco da Paróquia Santa Cândida, em entrevista para a Rede Vida, gravada na FAVI. Ao longo de 2017, a alegria continuará sendo um dos temas centrais da emissora de televisão.

A reportagem foi veiculada no JCTV desta terça-feira (6 de março).

Assista ao vídeo e saiba mais sobre a Alegria do Evangelho:


Clique aqui e confira também a reportagem veiculada pela Rede Vida sobre a formação de leigos e cursos da FAVI.

Mais Artigos...